Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10127
Title: Economia solidária e círculos de cooperação: uma análise da Rede Xique-Xique de comercialização solidária
Authors: Félix, Felipe Silveira
Keywords: Uso do território. Economia Solidária. Círculos de Cooperação. Política Pública. Rio Grande do Norte.;Use of the Territory. Solidary Economy. Cooperation Circles. Public Politics. Rio Grande do Norte
Issue Date: 4-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FELIX, Felipe Silveira. Economia solidária e círculos de cooperação: uma análise da Rede Xique-Xique de comercialização solidária. 2019. 113f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) - Departamento de Geografia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Considerando o caráter alternativo das experiências solidárias pautadas na autogestão e na cooperação que promovem uma ruptura no paradigma do modelo dominante, entendemos a Economia Solidária enquanto movimento social que se baseia em uma nova perspectiva de trabalho e renda, a qual se difere da lógica dominante do mercado capitalista. A lógica solidária insere-se no território de maneira diferenciada, modificando seu uso. A partir disso, combinam-se usos e acirram-se disputas, de modo a fazer com que estejam de um lado as grandes empresas, aliadas ao Estado, e, de outro, os Empreendimentos de Economia Solidária que buscam, através de ações de resistência, reproduzir-se frente às adversidades encontradas. Posto isso, este trabalho compreender como se dá o uso do território pela Rede Xique-Xique de Comercialização Solidária no estado do Rio Grande do Nortee como esse empreendimento se especializa no estado do Rio Grande do Norte. Como também, entender a topologia da Rede Xique-Xique, compreender de que modo as políticas públicas em economia solidária são refletidas no território, e analisar o Círculo de Cooperação contra-hegemônico constituído a partir das práticas solidárias. Nessa perspectiva, o trabalho calcou-se na pesquisa bibliográfica de autores que discutem o tema, bem como na atividade de campo, fundamental à pesquisa geográfica. Identificamos, com este estudo, algumas peculiaridades no que se refere à Política Nacional de Economia Solidária (PNES), devido a ela apresentar políticas de caráter contraditório no Rio Grande do Norte. Isso, porque a desigual estrutura fundiária do estado foi ainda mais intensificada e aprofundada, ao serem favorecidas as antigas oligarquias pela não inserção dos vetores de emancipação, autonomia e liberdade, fato que condicionou os empreendimentos a mecanismos de controle e marginalização, de forma a ser mantida a subordinação dos agricultores associados. Além disso, percebemos a força da Rede Xique-Xique no contexto da Economia Solidária potiguar, já que se trata de um dos empreendimentos solidários mais bem estruturados do estado, com lógicas de reprodução que se alinham fortemente com os princípios solidários. Dessa forma, concluímos que a criação desse tipo de empreendimento é uma alternativa viável para os trabalhadores e trabalhadoras contra as adversidades do sistema capitalista.
Abstract: Considering the alternative character of solidary experiences based on self-management and cooperation that promote a break in the paradigm of the dominant model, we understand Solidarity Economy as a social movement based on a new perspective of work and income, which differs from the dominant logic of capitalist market. Solidarity logic inserts itself in the territory in a different way, modifying its use. On the one hand, the big companies, allied to the State, and on the other, the solidarity economy enterprises that seek, through resistance actions, to reproduce themselves in the face of the adversities encountered. That said, this paper will understand how the use of the territory by the Xique-Xique Network in the state of Rio Grande do Norte takes place and how this venture specializes in the state of Rio Grande do Norte. And also, understand the topology of the Xique-Xique Network, understand how the public policies in solidarity economy are reflected in the territory, and analzy the counter-hegemonic Cooperation Circle constituted from solidarity practices. From this perspective, the work was based on the bibliographic research of authors who discuss the theme, as well as on field activity, fundamental to geographical research. With this study, we identified some peculiarities regarding the National Policy for Solidarity Economy (PNES), due to the fact that it presents contradictory policies in Rio Grande do Norte. This is because the uneven land structure of the state was further intensified and deepened, by favoring the old oligarchies by not inserting the vectors of emancipation, autonomy and freedom, a fact that conditioned the enterprises to control and marginalization mechanisms, so as to be subordination of associated farmers was maintained. In addition, we realize the strength of the Xique-Xique Network in the context of the Potiguar Solidarity Economy, as it is one of the best structured solidarity enterprises in the state, with reproductive logics that align strongly with the solidarity principles. Thus, we conclude that the creation of this type of enterprise is a viable alternative for workers against the adversities of the capitalist system
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10127
Other Identifiers: 20160100110
Appears in Collections:Geografia (Bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Economiasolidária_Felix_20193.38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons