Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10071
Title: Prospecção de minerais pesados: integração de dados aeromagnéticos, aeroradiométricos e concentrado de bateia para localização de depósitos placeres no Litoral Sul do Rio Grande do Norte
Authors: Nascimento, Asmminey Ariane da Silva
Keywords: Minerais pesados;Heavy minerals;Exploração;Exploration;Geofísica;Geophysics;Depósitos;Deposits
Issue Date: 25-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: NASCIMENTO, Asmminey Ariane da Silva.Prospecção de minerais pesados: integração de dados aeromagnéticos, aeroradiométricos e concentrado de bateia para localização de depósitos placeres no Litoral Sul do Rio Grande do Norte . 2019. 83f. TCC (Graduação) - Curso de Geofísica, Departamento de Geofísica, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Os minerais pesados apresentam densidades iguais ou superiores a 2,9 g/cm³. Na natureza, estes minerais ocorrem, principalmente, em dois tipos de ambientes: ambiente primário, como mineral acessório em suas rochas hospedeiras, e ambiente secundário, quando desagregados, transportados e concentrados dando origem a um depósito mineral do tipo placer. Vale salientar que, apesar destes minerais apresentarem altas densidade, os mesmos podem percorrer por pequenas ou longas distâncias, esse fato depende da capacidade e energia gerada por cada agente transportador. Os placeres apresentam ambientes favoráveis a sua formação, são estes: barras de areias, meandro de rios e regiões de confluências. Essas feições geomorfológicas servem como trapas e são os responsáveis pelo aprisionamento dos minerais pesados. A depender das condições de formação desses depósitos, podemos classificá-los em tipos diferentes, como: placer fluvial, eólico, glacial, marinho e transicional. O presente trabalho tem como objetivo utilizar dados aerogeofísicos e geoquímicos para detecção de anomalias rasas associadas ao depósito placer, permitindo inferir zonas prospectivas para os minerais pesados, cujo, são considerados minerais industriais importantes no cenário mundial. A área de estudo localiza-se no litoral sul do Rio Grande do Norte, entre os municípios de São José do Mipibu e Canguaretama. As metodologias empregadas no presente trabalho foram: o Método Aeromagnético e Aeroradiométrico e o Método Geoquímico. A integração desses dados, juntamente com o estudo geológico e geomorfológico da área, permitiu analisar a distribuição dos depósitos placeres, sendo restringindo seis minerais como ferramenta principal do estudo, são estes: cianita, ilmenita, magnetita, monazita, rutilo e zircão. Foram separadas quatro subáreas (A, B, C e D) de acordo com o ambiente propicio para formação do placer, a fim de constatar se há evidências de assinaturas geofísicas relacionadas com os minerais mencionados. Dentre essas áreas, apenas a A e B pôde ser visitada em campo, obtendo um resultado satisfatório ao corroborar com as anomalias geofísicas selecionadas. Apesar da escassez de pesquisas brasileiras abordando a temática dos placeres, a relevância dessa pesquisa é propagar a utilização dos métodos geofísicos para o estudo dos minerais pesados, nos quais, apesar das limitações, apresentaram resultados eficientes na prospecção e exploração do depósito mineral estudado.
Abstract: Heavy minerals have densities of 2.9 g / cm³ or greater. In nature, these minerals occur mainly in two types of environments: primary environment, as accessory mineral in their host rocks, and secondary environment, when disaggregated, transported and concentrated giving rise to a placer-type mineral deposit. It is noteworthy that although these minerals have high density, they can travel for short or long distances, this fact depends on the capacity and energy generated by each carrier. The placeres present favorable environments to their formation, they are: sand bars, meander of rivers and regions of confluence. These geomorphological features serve as trappings and are responsible for trapping the heavy minerals. Depending on the conditions of formation of these deposits, we can classify them in different types, such as: fluvial, wind, glacial, marine and transitional placer. The present work aims to use aerogeophysical and geochemical data to detect shallow anomalies associated with placer deposition, allowing to infer prospective zones for heavy minerals, which are considered important industrial minerals in the world scenario. The study area is located on the south coast of Rio Grande do Norte, between the counties of São José do Mipibu and Canguaretama. The methodologies employed in the present work were: the Aeromagnetic and Aeroradiometric Method and the Geochemical Method. The integration of these data, together with the geological and geomorphological study of the area, allowed us to analyze the distribution of placer deposits, restricting six minerals as the main study tool, namely: cyanite, ilmenite, magnetite, monazite, rutile and zircon. Four subareas (A, B, C and D) were separated according to the favorable environment for placer formation, in order to verify if there is evidence of geophysical signatures related to the mentioned minerals. Among these areas, only A and B could be visited in the field, obtaining a satisfactory result by corroborating the selected geophysical anomalies. Despite the scarcity of Brazilian research on the subject of placeres, the relevance of this research is to spread the use of geophysical methods for the study of heavy minerals, which, despite the limitations, showed efficient results in the prospecting and exploration of the studied mineral deposit.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10071
Other Identifiers: 2014055461
Appears in Collections:Geofísica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC Asmminey Ariane da S Nascimento.pdf3.52 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.