Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10056
Title: CARDS odontológicos: uma alternativa no processo de educação de mães no período pós-natal destinado à saúde bucal de seus filhos
Other Titles: CARDS ODONTOLÓGICOS: an alternative in the postnatal mother education process for their children's oral health
Authors: Carvalho, Rebeca Cavalcante
Keywords: Educação em saúde bucal;Oral Health Education;Mídias sociais;social media;período pós-parto;postpartum period
Issue Date: 20-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CARVALHO, Rebeca Cavalcante. CARDS odontológicos: uma alternativa no processo de educação de mães no período pós-natal destinado à saúde bucal de seus filhos. 2019. 39f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: Os ambientes virtuais são ferramentas eficazes e facilitadoras da comunicação, assim, investigar o uso desses recursos no processo de promoção de saúde, é de grande valia para a melhora da qualidade de vida de mães e filhos. Objetivo: Avaliar do grau de instrução de mães no período pós-natal relacionada a saúde bucal de seus bebês e propor uma ferramenta alternativa para reforçar o processo de educação nesse âmbito. Material e métodos: Estudo de natureza descritiva e quali-quantitativa, executado na Maternidade Escola Januário Cicco. Foram selecionadas para a amostra mães no período pós-natal para serem submetidas à uma entrevista semiestruturada direcionada a pretensões com o bebê, como hábitos de higiene bucal, de sucção não-nutritiva, amamentação e introdução alimentar. Na avaliação do grau de conhecimento das 4 vertentes citadas, foram estabelecidas classificações baseadas em escores, tendo como graus: “Satisfatório” (4 escores), “Bom” (3 escores), “Ruim” (2 escores) e “Insatisfatório” (1 ou 0 escore). Os dados coletados foram inseridos no programa SPSS (versão 20.0) e realizou-se análises descritivas e medidas de tendência central. Para a realização das correções do questionário foram feitas pesquisas bibliográficas nas bases de dados Scielo, Lilacs e MedLine, que foram úteis também para criar uma ferramenta educativa baseada nos quesitos abordados na entrevista, se adequando ao nível de conhecimento das mães. Resultados: Com a avaliação das respostas, as mães apresentaram um conhecimento “Ruim” (escore 2) em todos os aspectos, quando analisados separadamente. Consequentemente, também refletiram o mesmo grau de conhecimento ao se tratar de cuidados gerais com o bebê. Assim, foram criados os Cards Odontológicos, envolvendo ilustrações e orientações breves com o intuito de reforçar a instrução do público avaliado, contando com o auxílio as mídias sociais para sua propagação. Conclusões: O conhecimento deficiente das mães leva a acreditar que receberam pouca ou nenhuma orientação odontológica no pré-natal. Nessa perspectiva, é possível considerar a proposta dos Cards Odontológicos como ferramenta alternativa na educação dessas mães quanto à saúde bucal de seus bebês, facilitando o contato entre profissional/estudante e pacientes, além de incentivar hábitos saudáveis do par mãe-filho que podem acompanha-los por toda a vida.
Abstract: Introduction: Virtual environments are an effective tool to facilitate communication, therefore, investigate the usage of these resources in the process of promoting health is important to improve the quality of life of mothers and children. Aim: To evaluate the educational level of mothers in the postnatal phase, related to the oral health of their babies and propose an alternative tool to reinforce the process of oral health education. Material and methods: This study is a descriptive and quali-quantitative analysis, carried out at Maternity Hospital Januário Cicco. Postnatal mothers were selected to be submitted to a semi-structured interview directed to the baby's needs, such as oral hygiene, non-nutritive sucking, breastfeeding and food introduction habits. In the assessment of the degrees of knowledge for the four aspects explored, a classification was stablish based on scores, using the following degrees: “Satisfactory” (4 scores), “Good” (3 scores), “Bad” (2 scores), and “Unsatisfactory” (1 or 0 score). The collected data was organized at the SPSS program (version 20.0), descriptive analyzes and measures of central tendencies were performed. To perform the corrections of the questionnaire, bibliographic searches were made in the databases Scielo, Lilacs and MedLine, which were also useful to create an educational tool based on the questions addressed in the interview, adapting to the level of knowledge of mothers. Results: After the evaluation of the answers, all mothers presented a "Bad" knowledge (score 2) in all aspects, when analyzed separately. Consequently, in a full analysis, they also reflected the same degree of knowledge when it comes to general baby care. Thus, the Cards Odontológicos were created, involving illustrations and brief guidelines in order to reinforce the instruction of the evaluated audience, with the help of social media for its propagation. Conclusions: The lack of knowledge showed by the mothers appears to come from poor dental guidance during prenatal care. From this perspective, it is possible to consider the proposition of Cards Odontológicos as an alternative tool in the education of these mothers regarding the oral health of their babies, facilitating the contact between professional/student and patients, and encouraging healthy habits of the mother-child pair that can accompany them for a lifetime.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10056
Other Identifiers: 2015073787
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CardsOdontologicos_Carvalho_2019.pdfMonografiaCardsOdontologicos_Carvalho_20191.06 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons