Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10054
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCosta, Antônio de Lisboa Lopes-
dc.contributor.authorFernandes, Lunary Rafaela de Souza-
dc.date.accessioned2019-12-12T17:58:07Z-
dc.date.available2019-12-12T17:58:07Z-
dc.date.issued2019-11-20-
dc.identifier20150120610pt_BR
dc.identifier.citationFERNANDES, Lunary Rafaela de Souza.Prevalência de lesões bucais em pacientes pediátricos: revisão sistemática. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Odontologia) - Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10054-
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortept_BR
dc.subjectPatologia bucalpt_BR
dc.subjectCriançaspt_BR
dc.titlePrevalência de lesões bucais em pacientes pediátricos: revisão sistemática.pt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.contributor.referees1Cardoso, Leda Bezerra Quindere-
dc.contributor.referees2Galvão, Hebel Cavalcanti-
dc.description.resumoIntrodução: A saúde bucal de crianças tem um papel importante dentro da saúde geral, pois diversos problemas como: problemas nutricionais, fonéticos, de comunicação interpessoal e estética podem ser decorrentes de alterações, limitações e doenças bucais. Crianças sistematicamente saudáveis podem apresentar diversas lesões bucais, configurando um perfil epidemiológico divergente do que encontramos em adultos. No entanto, poucos estudos relacionam a prevalência de lesões bucais nessa população, a grande maioria tem sido de natureza epidemiológica, como a presença de cárie, doença periodontal, maloclusões e trauma dentário. Objetivo: Avaliar a frequência, tipo de lesão, características clínicas e epidemiológicas encontradas na população pediátrica brasileira sistemicamente saudável. Metodologia: Para o desenvolvimento deste trabalho foi realizado uma revisão sistemática utilizando as bases de dados MEDLINE, LILACS, BBO, utilizando os termos "children and oral injuries”; “children and epidemiology and oral injuries”; Pathology oral and children and Brazil”. Foram selecionados artigos científicos de estudos realizados no território brasileiro, publicados em periódicos na língua inglesa, portuguesa ou espanhola, no período de 1998 a 2018, com textos disponíveis na íntegra. Posteriormente, a análise dos dados encontrados foi feita através da elaboração de uma planilha em Excel contendo os seguintes dados: autores, ano de publicação, local de publicação, tipo de estudo, tamanho da amostra, faixa etária, forma de avaliação e patologias encontradas. Resultados: Com as estratégias de busca utilizadas foram encontrados 8 artigos que respondiam nossa pergunta de pesquisa. Discussão: As lesões bucais foram mais prevalentes no sexo feminino e são respectivamente: mucocele, cisto dentígero, odontomas, granuloma piogênico, hiperplasia fibrosa inflamatória. Conclusão: É necessário que o cirurgião-dentista e o odontopediatra, tenham o conhecimento da prevalência das principais lesões bucais em crianças para que estejam preparados para diagnosticá-las e tratá-las.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentOdontologiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
dc.subject.cnpqCiências da saúdept_BR
dc.subject.cnpqOdontologiapt_BR
dc.subject.cnpqPatologia Oralpt_BR
dc.subject.cnpqOdontopediatriapt_BR
dc.contributor.referees3Costa, Antonio de Lisboa Lopes-
Appears in Collections:Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO_Lunary Rafaela de Souza Fernandes.pdf510.1 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.