Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10040
Title: Influência do extrato pirolenhoso na germinação de sementes de Brachiaria brizantha cv. Piatã
Authors: Lourenço, Yanka Beatriz Costa
Keywords: Carbonização;Carbonization;Imersão;Llíquido pirolenhoso;Dipping;Pyroligneous liquid
Issue Date: 28-Nov-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LOURENÇO, Yanka Beatriz Costa. Influência do extrato pirolenhoso na germinação de sementes Brachiaria brizantha cv Piatã. 2019. 43f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Macaíba, 2019.
Portuguese Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a germinação e desenvolvimento de sementes de Brachiaria britzantha cv. Piatã embebidas em diferentes concentrações e tempos do Extrato Pirolenhoso (EP). O experimento foi conduzido no Laboratório de Análise de Sementes localizado na Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias (UAECIA). A carbonização foi realizada em mini forno retangular com queimador vertical de fumaça. O produto bruto foi bidestilado no Laboratório de Tecnologia da Madeira, também localizado na UAECIA, em um destilador do tipo retorta de aço inox. Os tratamentos consistiram em 5 concentrações do EP (0, 5, 10, 15 e 20%) e diferentes horas de imersão (1, 4, 8, 16 e 24 horas). Para a preparação das concentrações do EP foram utilizados a proporção de 1:100 V/V de extrato pirolenhoso e água destilada. Foram realizados os testes de germinação, primeira contagem de germinação, teste de emergência, índice de velocidade de emergência e o teste frio. A análise estatística foi realizada pelo Design Expert® Versão 7.0.0 (Stat-Ease, EUA). Foi realizada uma análise fatorial utilizando 2 fatores, onde cada resposta está relacionada com duas variáveis, neste caso, tempo e concentração. A germinação espécie Brachiaria brizantha cv. Piatã sofreu influência tanto pela concentração do EP quanto pelo tempo que permaneceu imersa. Houve menor taxa de germinação da espécie, especificamente na concentração de 20% imersas durante 24 horas. O tratamento que obteve maior IVG e IVE e mais rápida emergência no campo foi a testemunha, sem adição do EP, contudo, o IVG sofreu uma maior influência mediante as diferentes concentrações do que pelo tempo que passou exposta. No tratamento com 5% de EP, durante 18 horas de imersão, 60% das sementes emergiram, já o tratamento utilizando 20% de EP, durante 4 horas de imersão, apresentou mais de 70% de germinação, em baixas temperaturas. O Extrato Pirolenhoso proporcionou mais de 80% de germinação da espécie Brachiaria brizantha cv Piatã no tempo de 16 horas e concentração de 10% de EP.
Abstract: The objective of this work was to evaluate the germination and seed development of Brachiaria britzantha cv. Piatan soaked in different concentrations and times of Pyroligneous Extract (EP). The experiment was conducted at the Seed Analysis Laboratory located at the Specialized Academic Unit in Agricultural Sciences (UAECIA). The carbonization was performed in a mini rectangular oven with vertical smoke burner. The crude product was bi-distilled at the Wood Technology Laboratory, also located in UAECIA, in a stainless steel retort-type distiller. The treatments consisted of 5 PE concentrations (0, 5, 10, 15 and 20%) and different hours of immersion (1, 4, 8, 16 and 24 hours). For the preparation of EP concentrations the ratio of 1: 100 V / V of pyroligneous extract and distilled water was used. Germination tests, first germination count, emergency test, emergency speed index and cold test were performed. Statistical analysis was performed by Design Expert® Version 7.0.0 (Stat-Ease, USA). A factor analysis was performed using 2 factors, where each response is related to two variables, in this case, time and concentration. The germination species Brachiaria brizantha cv. Piatã was influenced by both the concentration of the EP and the time it remained immersed. There was a lower germination rate of the species, specifically at a concentration of 20% immersed during 24 hours. The treatment with the highest IVG and LVI and the fastest emergence in the field was the control, without the addition of PE, however, the IVG was more influenced by the different concentrations than by the time spent exposed. In the treatment with 5% of PE, during 18 hours of immersion, 60% of seeds emerged, while the treatment using 20% of EP, during 4 hours of immersion, showed more than 70% of germination at low temperatures. Therefore, it can be concluded that the Pyroligneous Extract acted as a germinative stimulator of Brachiaria brizantha cv Piatã species
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10040
Other Identifiers: 20150128707
Appears in Collections:Engenharia Florestal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC IMPRIMIR.pdf1.77 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.