Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10018
Title: Efeito agudo do exercício físico na cognição de policiais militares
Authors: Laranjeira, Ricardo de Lima
Keywords: Aptidão física, cognição, controle inibitório, exercício físico, policiais militares, tempo resposta, Teste de Stroop.mpo de resposta, Teste de Stroop,;Physical fitness, cognition, inhibitory control, exercise, military police, response time, Stroop Test.
Issue Date: 4-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LARANJEIRA, Ricardo de Lima. Efeito agudo do exercício físico na cognição de policiais militares. 2019. 44f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Departamento de Educação Física, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: O exercício físico agudo exerce influência significativa nas variáveis cognitivas vinculadas às ações musculares que desenvolvem movimentos estruturantes de diversas atividades sociais. Os efeitos cognitivos observados após sessões de exercício físico agudo evidenciam decréscimo da ativação do sistema nervoso central quando relacionados com o aumento da intensidade do exercício. A atividade laboral desenvolvida pelos policiais militares do BPCHOQUE apresenta caráter especializado determinado pelo enfrentamento de ocorrências de elevado grau de complexidade e que exigem um maior nível de aptidão física, influenciando o processo de tomada de decisão durante a aplicação da lei. Objetivo: verificar o efeito do exercício físico agudo na cognição dos policiais militares e a correlação entre a frequência cardíaca, o nível de aptidão física e o desempenho cognitivo de policiais militares através do teste de Stroop, pré e pós-exercício físico incremental. Métodos: estudo experimental, do tipo crossover, usando aplicação do Teste de Stroop e exercícios físicos incrementais com o Teste de Léger. A amostra foi composta por 34 policiais militares do sexo masculino (40,2 ± 4,4 anos; 84,6 ± 11,0 kg; 173,3 ± 6,0 cm; 28,0 ± 2,8 kg/m2). As avaliações foram realizadas em duas sessões com intervalo mínimo de 24 horas. Inicialmente, as informações relacionadas ao estudo foram esclarecidas para os voluntários mediante assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Na segunda sessão, foram coletadas as medidas antropométricas, bem como os dados obtidos pelos questionários de Prontidão para Atividade Física (PAR-Q) e de Nível de Atividade Física (IPA-Q). Foi aplicado o teste de familiarização do Teste de Stroop a partir do Software TESTINPACS® e, em seguida, o teste de Léger (corrida vai e volta) para análise das variáveis fisiológicas e cognitivas nas condições pré e pós-exercício. Resultados: o Teste "t" de uma amostra evidenciou que as variáveis referentes ao tempo de resposta no Teste de Stroop vinculadas às condições do estudo apresentaram diferença significativa. O Teste de Pearson foi aplicado para verificar a correlação entre a frequência cardíaca e os tempos de respostas no Stroop Test nas condições pré e pós-exercício, demonstrando que não houve correlação da FC sobre os resultados cognitivos. Não obstante, o Teste de Spearman foi aplicado para verificar a correlação entre o nível de aptidão física e os tempos de respostas no Stroop Test nas condições pré e pós-exercício, demonstrando que não houve correlação do nível de aptidão física sobre as avaliações cognitivas. Conclusão: observou-se que o exercício físico agudo exerce influência positiva nas variáveis cognitivas de policiais militares no que se refere ao tempo de reposta do Stroop Test. Por outro lado, o nível de aptidão física e a frequência cardíaca verificados no presente estudo não apresentaram resultados de correlação que influenciassem significativamente as variáveis cognitivas.
Abstract: Introduction: Acute physical exercise exerts significant influence on cognitive variables linked to muscle actions that develop structuring movements of various social activities. The cognitive effects observed after acute physical exercise sessions show decreased central nervous system activation when related to increased exercise intensity. The work activity developed by the military police of BPCHOQUE has a specialized character determined by the confrontation of occurrences of high degree of complexity and that require a higher level of physical aptitude, influencing the decision making process during law enforcement. Objective: To verify the effect of acute physical exercise on military police cognition and the correlation between heart rate, physical fitness level and cognitive performance of military police officers through the Stroop test, pre and post incremental physical exercise. Methods: experimental crossover study using Stroop Test and incremental physical exercises with the Léger Test. The sample consisted of 34 male military police officers (40.2 ± 4.4 years; 84.6 ± 11.0 kg; 173.3 ± 6.0 cm; 28.0 ± 2.8 kg / m2). The evaluations were performed in two sessions with a minimum interval of 24 hours. Initially, the information related to the study was clarified for the volunteers by signing the Informed Consent Form (ICF). In the second session, anthropometric measurements were collected, as well as data obtained from the Physical Activity Readiness (PAR-Q) and Physical Activity Level (IPA-Q) questionnaires. The test of familiarization of the Stroop Test from the TESTINPACS® Software was applied and then the Léger test (running back and forth) to analyze the physiological and cognitive variables in the pre and post exercise conditions. Results: The "t" test of one sample showed that the variables related to the response time in the Stroop test linked to the study conditions showed a significant difference. Pearson's test was applied to verify the correlation between heart rate and Stroop Test response times in pre- and post-exercise conditions, demonstrating that there was no correlation between HR and cognitive outcomes. Nevertheless, the Spearman test was applied to verify the correlation between the level of physical fitness and the response times in the Stroop Test in the pre and post exercise conditions, demonstrating that there was no correlation between the level of physical fitness and cognitive assessments. Conclusion: It was observed that the acute physical exercise exerts a positive influence on cognitive variables of military police regarding the response time of the Stroop Test. On the other hand, the level of physical fitness and heart rate observed in the present study did not present correlation results that significantly influenced cognitive variables.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10018
Other Identifiers: 2014071160
Appears in Collections:Educação Física (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EFEITOAGUDODOEXERCÍCIOFÍSICO_LARANJEIRA_2019TEXTO COMPLETO1.61 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons