Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10010
Title: Marcadores de risco cardiometabólico estão associados com a alanina aminotransferase em adolescentes com excesso de peso
Other Titles: Cardiometabolic risk markers associated with alanine aminotransferase in overweight adolescents
Authors: Silva, Maria Eduarda Bezerra da
Keywords: adolescents;alanine aminotransferase;waist circumference;insulin;lipid profile
Issue Date: 10-Dec-2019
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Maria Eduarda Bezerra da. Marcadores de risco cardiometabólico estão associados com a alanina aminotransferase em adolescentes com excesso de peso. 2019. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Departamento de Nutrição, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: A alanina aminotransferase (ALT) é uma enzima que em situações de injúria hepática tem suas concentrações séricas elevadas, como em casos de Doença Hepática Gordurosa Não Alcóolica (DHGNA). Existe uma lacuna na literatura com estudos avaliando marcadores de risco cardiovascular com as concentrações da ALT na população adolescente do nordeste do Brasil. Desse modo, o objetivo deste estudo foi avaliar a relação entre os marcadores de risco cardiometabólicos e as concentrações séricas de ALT em adolescentes com excesso de peso e sua utilização como possíveis indicadores de risco de DHGNA. Metodologia: Estudo transversal com 120 adolescentes (10-19 anos) diagnosticados com sobrepeso e obesidade. Foram coletados dados antropométricos (estatura, peso e circunferência da cintura) para cálculo de índice de massa corporal e índice de conicidade, bioquímicos (perfil lipídico, glicídico e concentrações de ALT) com realização do cálculo da razão de triglicerídeos/HDL-c e de pressão arterial. Os dados foram avaliados por testes de coeficiente de correlação de Pearson e teste Exato de Fisher. Foi considerada estatisticamente significantes aqueles resultados com p-valor < 0,05. Resultados: Dos 120 adolescentes avaliados, 63 (42,5%) eram meninos e (89%) das meninas estavam no estágio púbere. Os meninos apresentaram valores significativamente mais elevados de ALT (p<0,050), AST (p<0,010) e índice de conicidade (p<0,010) e as meninas de insulina em jejum (p<0,010). Nos meninos, ALT correlacionou-se positivamente com insulina em jejum (p<0,050), triglicerídeos (p<0,050) e pressão arterial sistólica (p<0,050) e nas meninas com circunferência da cintura (p<0,050), índice de conicidade (p<0,050), IMC (p<0,010), insulina em jejum (p<0,010), HOMA-IR (p<0,010) e HDL colesterol (p<0,010). Conclusão: Marcadores antropométricos e bioquímicos correlacionaram-se com as concentrações de ALT em meninos e meninas, sugerindo que alterações nessas variáveis são bons preditores de elevação dessa enzima.
Abstract: Introduction: Alanine aminotransferase (ALT) is an enzyme that in situations of liver injury has its high serum concentrations, as in cases of non-alcoholic fatty liver disease (NAFLD). There is a gap in the literature with studies assessing cardiovascular risk markers with ALT concentrations in the adolescent population of northeastern Brazil. Thus, the aim of this study was to evaluate the relationship between cardiometabolic risk markers and serum ALT concentrations in overweight adolescents and their use as possible indicators of NAFLD risk. Methodology: Cross-sectional study with 120 adolescents (10-19 years) diagnosed with overweight and obesity. Anthropometric data (height, weight and waist circumference) were collected to calculate body mass index and conicity index. blood pressure. Data were evaluated by Pearson's correlation coefficient tests and Fisher's exact test. Those results with p-value <0.05 were considered statistically significant. Results: Of the 120 adolescents evaluated, 63 (42.5%) were boys and (89%) girls were in the pubertal stage. Boys had significantly higher values of ALT (p <0.050), AST (p <0.010) and conicity index (p <0.010) and girls with fasting insulin (p <0.010). In boys, ALT was positively correlated with fasting insulin (p <0.050), triglycerides (p <0.050) and systolic blood pressure (p <0.050) and in girls with waist circumference (p <0.050), conicity index ( p <0.050), BMI (p <0.010), fasting insulin (p <0.010), HOMA-IR (p <0.010) and HDL cholesterol (p <0.010). Conclusion: Anthropometric and biochemical markers correlated with ALT concentrations in boys and girls, suggesting that changes in these variables are good predictors of elevation of this enzyme.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/123456789/10010
Other Identifiers: 2016085067
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcadoresderiscocardiometabólico_SILVA_2019
Restricted Access Until 2021-12-11
Trata-se de um recorte de um projeto vinculado a tese de doutorado e dissertação de mestrado e que será enviado para publicação em periódicos científicos.
Texto Completo323.79 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.