Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/1/691
Título: Análise da infraestrutura habitacional em Guiné-Bissau - Censo Demográfico 2009
Autor(es): Lacerda, Heitor Ivan Barbosa de
Palavras-chave: Domicílio familiar;Análises de Correspondência;Recenseamento da População
Data do documento: 13-Dez-2013
Editor: Estatística
Referência: LACERDA, Heitor Ivan Barbosa de. Análise da infraestrutura habitacional em Guiné-Bissau - Censo Demográfico 2009. 2013. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia). Centro de Ciências Exatas e da Terra, Departamento de Estatística, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal. 2013.
Abstract: A habitação é um elemento imprescindível para oferecer uma qualidade de vida digna ao ser humano. O acesso a uma habitação com boas condições materiais é essencial para alcançar um nível de qualidade de vida satisfatório e, consequentemente, atingir os objetivos de realização humana, além da questão básica da sobrevivência. A habitação preenche as necessidades físicas ao proporcionar segurança e abrigo, face às condições climáticas. O objetivo desse estudo é estabelecer um retrato social da população guineense, a partir da análise da estrutura habitacional, levando em conta os aspectos sanitário e sócio econômico da população, nas diferentes regiões e zonas (urbana e rural), a partir do Censo Demográfico de 2009. No que diz respeito à metodologia, foram feitas, inicialmente, Análises Descritivas, para verificar o comportamento das variáveis em estudos. Em seguida, aplicaram-se Análises de Correspondência (AC), usadas para avaliar a associação e a variabilidade dos dados. Os gráficos bidimensionais resultantes mostram como se associam as variáveis de características habitação, no caso da pesquisa realizada através dos questionários aplicados. Essas associações ligadas aos componentes principais mostram quais são os fatores que levam à variabilidade ou à inércia dos dados. Também foram observadas as características de habitação dos domicílios familiares, que estão associadas às características das regiões. Dessa forma, pudemos concluir, através das análises explanatórias feitas, que a infraestrutura habitacional de Guiné-Bissau, no referido ano, encontrava-se numa situação de carência, em termos de saneamento básico e acessibilidade à energia elétrica. As estruturas físicas dos domicílios familiares são precárias, tanto nos aspectos de pavimentação quanto de cobertura.
Descrição: Profa. Dra. Maria Helena Constantino Spyrides e Prof. Dr. Marcos Roberto Gonzaga
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/monografias/handle/1/691
Aparece nas coleções:Estatística

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
InfraestruturaHabitacional_Lacerda_2013.pdfMonografia1,81 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.