Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/1/642
Título: O papel do gestor no mercado atual: razão e emoções na prática da gestão em uma instituição bancária
Autor(es): Souza, Hildyane Santos de
Palavras-chave: Emoção;Razão;Bem-estar mental;Equilíbrio
Data do documento: 2013
Editor: Administração
Referência: SOUZA, Hildyane Santos de. O papel do gestor no mercado atual: razão e emoções na prática da gestão em uma instituição bancária. 2013. 57f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia), Departamento de Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Abstract: A prática da gestão não é uma tarefa fácil. Os gestores precisam gerir pessoas, orientar, treinar a equipe, dividir tarefas, zelar pela aparência da organização e alcançar os resultados propostos pelos executivos. No papel atual do gestor é preciso ainda atuar com ações quase de um psicólogo, o gestor atual precisa compreender sua equipe, os problemas pessoais enfrentados por eles, entender as necessidades individuais de cada um e zelar pelo bem estar do grupo. Em contrapartida os gestores sofrem pressões constantes pelos executivos da empresa e por parte de sua equipe. Os seres humanos são seres movidos pela emoção. Dissociar razão de emoção é uma tarefa difícil de realizar, contudo o gestor precisa encontrar um ponto de equilíbrio para melhor desempenhar suas atividades. Este estudo trata de uma pesquisa exploratória descritiva com análise quantitativa, realizada com gestores do Banco Alfa no Rio Grande do Norte, alcançando a quantidade de 80% do objetivo esperado, o questionário elaborado pela discente conforme necessidade do estudo enviado e respondido via e-mail, sem a presença da pesquisadora, com o intuito de analisar como os gestores vêm agindo entre razão e a emoção através de um questionário elaborado especificamente para este trabalho. Para tanto, os objetivos específicos são: levantar o perfil dos gestores; Levantar as maiores dificuldades na tomada de decisão para o gestor atual; Verificar os sentimentos enfrentados pelos gestores diante da pressão organizacional e necessidade de seus colaboradores; Verificar como vem se posicionando os gestores frente a esta relação entre razão e emoção na gestão atual; Propor sugestões para minimizar dificuldades na distinção entre razão e emoção na gestão. A pesquisa foi feita através de uma coleta de dados utilizando uma amostra de 80% dos gestores do Banco Alfa no Rio Grande do Norte. Na análise dos resultados foi possível constatar que os gestores pesquisados estão conseguindo equilibrar a razão e a emoção em sua gestão.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/1/642
Aparece nas coleções:Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PapelDoGestor_Souza_2013.pdf222 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.