Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/1/634
Title: Nível de comprometimento organizacional e a relação com a produtividade em linha de envase de refrigerantes
Authors: ALVARES, Eduardo Paregas
Keywords: Comprometimento Organizacional;Linhas de Engarrafamento de Refrigerantes
Issue Date: 2013
Publisher: Administração
Citation: ALVARES, Eduardo Paregas. Nível de comprometimento organizacional e a relação com a produtividade em linha de envase de refrigerantes. 2013. 40. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo determinar se há relação entre o nível de comprometimento organizacional e a produtividade de uma linha de engarrafamento de refrigerantes em embalagem PET, de indústria de bebidas localizada no estado do Rio Grande do Norte, cujo nome será preservado por sugestão de seu Gestor. Para o levantamento do nível de comprometimento utilizamos a Escala de Base do Comprometimento Organizacional – (EBACO) (Medeiros, C.A.F..2003), escala essa composta de 28 itens, sendo 4 para cada uma das 7 bases do comprometimento organizacional: afetiva, obrigação em permanecer, obrigação pelo desempenho, afiliativa, falta de recompensas e oportunidades, linha consistente de atividade e escassez de alternativas. Para avaliação da produtividade da linha de produção de refrigerantes em embalagem PET, utilizamos dados de ferramenta de gestão de produção da própria organização (opção feita para cruzamento de resultados de comprometimento com dados de produtividade aceitos e reconhecidos pelos gestores), para tanto excluímos dados que interfeririam no resultado de desempenho das turmas como: fatores externos e manutenções. Ficou evidente com esse trabalho que o nível de comprometimento influência a produtividade das turmas, o que se reflete na produtividade da linha, obtivemos um nível de Baixo Comprometimento em todas as turmas, e com produtividade com pequenas oscilações entre si, todas as turmas foram diagnosticadas com forte afinidade a base de comprometimento instrumental, fato até justificado, pois é comum a organizações com regime de produção em que se tenha sazonalidade, ofertar reforços positivo (Bônus) nos períodos de alta demanda, o que de certa forma nos parece ter criado habito de só empreender maior esforço em troca de maior beneficio nas turmas.
Description: Participaram da Banca Examinadora Leandro Trigueiro Fernandes e o Prof. MSc. Antonio Carlos Ferreira.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/monografias/handle/1/634
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EduardoPA_Monografias.pdf215.08 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.