Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/1/602
Título: Percepção de profissionais da área contábil com atuação na cidade de Natal/RN quanto a sua categoria profissional
Autor(es): Câmara, José Ivo de Andrade
Palavras-chave: Classe contábil;Ciência contábil;Concepção do contador
Data do documento: 2012
Editor: Ciências Contábeis
Referência: CÂMARA, José Ivo de Andrade. Percepção de profissionais da área contábil com atuação na cidade de Natal/RN quanto a sua categoria profissional. 2012. 57f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Abstract: É fundamental para o entendimento a respeito da profissão contábil que se enxergue a mesma da perspectiva dos profissionais que a compõe. Tomando como base a ideia da obra de Noronha (2009), este trabalho busca, com enfoque descritivo, expor a percepção dos profissionais de contabilidade da cidade de natal/RN a respeito da classe contábil. Formulou-se um questionário com 19 questões, nas quais foram abordadas questões relacionadas à profissão e ao próprio contador (sexo, idade, tempo de formação entre outros). O estudo se dará com a análise e interpretação dos dados obtidos através da aplicação do questionário. A amostra foi formada por 65 profissionais da área contábil. Foi atestado através do resultado da analise dos dados obtidos que o profissional contador é considerado pela maioria dos respondentes, capaz de agregar valor e estar intimamente ligada ao processo produtivo da entidade. Foi atestada também, através da maioria da opinião dos respondentes, uma concepção pessimista a respeito de assuntos como a imagem dos contadores, união dos integrantes da classe contábil prepara técnico dos profissionais da contabilidade, marketing pessoal, nível de formação acadêmica, educação continuada, remuneração e influência do lucro na prestação de serviços dos escritórios de contabilidade. Já a respeito de assuntos como o fato de contadores serem considerados apenas cumpridores de regras e o fato do órgão de classe da profissão, CFC e CRC, trabalharem em função dos interesses da classe, tem-se uma concepção otimista onde se considera que os contadores não apenas cumpridores de regras e que o CFC e o CRC são órgão que trabalham pelos interesses da classe contábil.
Descrição: Participaram da Banca Examinadora Prof. Guilherme Henrique Costa da Silva e Prof.ª Fabiana Lucena Bezerra de Azevedo.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/monografias/handle/1/602
Aparece nas coleções:Ciências Contábeis

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PercepcaoDeProfissionais_Camara_2012.pdf636,27 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.