Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/1/596
Título: Instâncias de governança municipal em turismo: Uma análise sobre a percepção dos stakeholders e gestores públicos nos municípios de Tibau do Sul e Maxaranguape /RN
Autor(es): MELO JÚNIOR, Osvaldo Antunes de
Palavras-chave: Planejamento em Turismo;Instâncias de Governança Locais;Gestão Municipal
Data do documento: 2012
Editor: Turismo
Referência: MELO JÚNIOR, Osvaldo Antunes de. Instâncias de governança municipal em turismo: Uma análise sobre a percepção dos stakeholders e gestores públicos nos municípios de Tibau do Sul e Maxaranguape /RN. 2012. 67f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Turismo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Abstract: Os municípios de modo geral têm vários problemas e dificuldades de criar e/ou implementar uma Instâncias de Governança em Turismo a nível local, através desta pesquisa se conseguiu entender em parte quais são esses problemas e dificuldades, especificamente, nos municípios de Tibau do Sul e Maxaranguape/RN. Diante deste problema, elaborou-se uma pesquisa na qual se pudesse entender o grau de conhecimento dos principais responsáveis pelo planejamento e gestão do Turismo local. Através da aplicação de questionários com os stakeholders, pode-se afirmar que a maioria destes gestores locais não entende o que é uma Instância de Governança e muito menos como funciona a organização de uma. Observa-se que os stakeholders dos municípios de Tibau do Sul e Maxaranguape entendem a importância da atividade turística para a comunidade, porém os gestores públicos locais não usam as ferramentas necessárias para conseguir o desenvolvimento do Turismo local de modo participativo, com isso se observa as dificuldades e problemas na gestão municipal em cria essas Instâncias de Governança em Turismo. Enfim, conclui-se que é preciso que o poder público nesses municípios sensibilize a comunidade, os empresários, associações e o terceiro setor a se envolver no processo de participação da tomada de decisões sobre o Turismo local, e que os gestores públicos estejam preparados (capacitados) para planejar e gerir a atividade turística nas localidades, pois as Instâncias de Governança vem a contribuir para o desenvolvimento municipal, dividindo poderes, deveres e responsabilidades entre os membros que participam desse processo.
Descrição: Participaram da Banca Examinadora Prof.ª Leilianne Trindade Barreto e Prof. Marcio Marreiro das Chagas.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/monografias/handle/1/596
Aparece nas coleções:Turismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
OsvaldoAMJ_Monografias.pdf592,34 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.