Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/1/593
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFerreira, Lissa Valéria Fernandes-
dc.contributor.authorFerreira, Juliana Rodrigues-
dc.date.accessioned2013-10-23T14:35:25Z-
dc.date.available2013-10-23T14:35:25Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationFERREIRA Juliana Rodrigues. Análise dos websites oficiais dos destinos turísticos classificados socioculturalmente pela revista The Economist Inteligence Unit Limited. 2012. 103f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Turismo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufrn.br:8080/monografias/handle/1/593-
dc.description.abstractO Turismo vem se desenvolvendo ao longo dos anos e já se tornou uma atividade econômica importante para muitos países. Cada vez mais pessoas optam por realizar viagens em seus momentos livres e de lazer. Além de que o mercado de trabalho globalizado, exige que indivíduos se desloquem de suas cidades em função dos negócios. Desta forma, a atividade turística vem crescendo e proporcionando melhoria em seus serviços. A internet possibilitou que empresas e consumidores de várias partes do mundo se conectassem, permitindo que o turismo se tornasse mais acessível à população mundial. O número de turistas que utilizam o meio online para planejarem suas viagens cresce diariamente. Por este motivo, os destinos turísticos vêm investindo na formação de websites que divulguem as cidades, e que contribuam para que seus usuários tenham acesso à informações sobre a região, permitindo que aqueles consigam elaborar planos e roteiros de viagens. Assim, é fundamental que os portais de destinos distribuam informações de qualidade, facilitando o acesso desses dados por parte dos turistas, colaborando na divulgação (marketing) da localidade. Desta forma, o presente trabalho analisou qualitativamente os websites oficiais das cidades que ficaram entre as três primeiras colocadas no ranking de competitividade sociocultural promovido pela revista The Economist, em 2012, procurando verificar sua eficiência quanto a distribuição de informações turísticas ao consumidor. Utilizou-se o método de análise AIDA, usado pela OMT em avaliações de sites turísticos e a matriz DAFO como finalização do trabalho. Ao final, percebeu-se que os sites oficiais de turismo, mesmo pertencendo a grandes destinos internacionais, apresentam deficiências que devem ser corrigidas para melhorar a qualidade de comunicação entre destinos e turistas.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherTurismopt_BR
dc.rightsopen accesspt_BR
dc.subjectTecnologia da Informaçãopt_BR
dc.subjectWeb sitespt_BR
dc.subjectTurismopt_BR
dc.subjectMarketing Digitalpt_BR
dc.titleAnálise dos websites oficiais dos destinos turísticos classificados socioculturalmente pela revista The Economist Inteligence Unit Limitedpt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
Appears in Collections:Turismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaliseDosWebsites_Ferreira_2012.pdf3,48 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.