Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/1/395
Title: Clima organizacional e suas relações com as mudanças na estrutura organizacional da superintendência de tecnologia da informação de uma empresa subsidiária da Eletrobrás
Authors: Araújo, Joilza Karla Bezerra de
Keywords: Clima organizacional;Estrutura organizacional;Mudança organizacional
Issue Date: 2012
Publisher: Administração
Citation: ARAÚJO, Joilza Karla Bezerra de. Clima organizacional e suas relações com as mudanças na estrutura organizacional da superintendência de tecnologia da informação de uma empresa subsidiária da Eletrobrás. 2012. 106f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia), Departamento de Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Abstract: Este trabalho realizou um estudo exploratório na Superintendência de Tecnologia da Informação de uma empresa integrante do Setor Elétrico Brasileiro, subsidiária da Eletrobrás. O presente estudo teve como objetivo verificar se as mudanças estruturais na STI da empresa estudada influenciaram no clima organizacional da unidade. Para tanto foi realizado um estudo de caso com aplicação de questionários com perguntas fechadas junto aos funcionários, assim como a realização de entrevistas junto aos gestores, para a coleta de dados. A pesquisa investigou o processo de mudança na estrutura organizacional; verificou a percepção dos funcionários quanto à essas mudança; e investigou se houve influência da mudança quanto ao clima organizacional. O instrumento de pesquisa foi baseado no modelo validado por Mól et al. 2010. Os dados foram analisados com o auxílio do programa estatístico Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) 17.0, através do qual foram analisadas as frequências relativas e calculadas medidas descritivas (médias). O total de participantes foi de 51 servidores, dos quais a maioria afirmou que o clima da unidade é positivo e que concordam em certo grau que estão satisfeitos com a nova estrutura organizacional da STI. Concluiu-se que as dimensões que mais contribuem para um clima positivo são as de estrutura e ambiente físico, e aquelas relacionadas aos fatores motivacionais que são: Cooperação e reciprocidade; reconhecimento do mérito; identificação com o setor; remuneração e oportunidade; e perspectivas profissionais. Das variáveis que afetam o clima de forma negativa, mais da metade dos pesquisados apontou que são as dimensões referentes à: Participação nas decisões; autonomia funcional.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/1/395
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ClimaOrganizacional_Araujo_2012.pdf2.03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.