Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/1/318
Title: A seguridade social brasileira: percepção de usuários do serviço social no INSS
Authors: SILVA, Vanessa da
Keywords: Seguridade Social;Previdência Social;Serviço Social
Issue Date: 25-Jun-2012
Publisher: Serviço Social
Citation: SILVA, Vanessa da. A seguridade social brasileira: percepção de usuários do serviço social no INSS. 2012. 87f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Abstract: O presente trabalho de conclusão de curso tece considerações sobre a percepção de usuários que buscam o Serviço Social no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) acerca da Seguridade Social. Para isto, aborda as especificidades da Seguridade Social, em especial referente às políticas da Assistência Social, adentrando um pouco mais no universo da Previdência Social, ambas inscritas nas configurações sócio-históricas particulares da realidade brasileira; e ainda, faz algumas reflexões a respeito do fazer profissional do Serviço Social em conformidade com a inserção deste na esfera previdenciária, compreendendo o Assistente Social como um profissional de natureza socioeducativa. Dessa forma, realiza-se revisão bibliográfica utilizando as (os) autoras (os) que discutem as temáticas que permeiam este estudo, também sendo necessária a breve análise de orientações legais, principalmente aquelas próprias da estrutura previdenciária, como, leis, decretos e documentos elaborados pelos Assistentes Sociais do INSS, sendo a Matriz teórico-metodológica do Serviço Social na Previdência Social (1994). Por ora, a viabilidade do estudo também ocorreu pela pesquisa de campo, por meio da coleta de dados através do instrumento denominado questionário, sendo utilizada uma metodologia quanti qualitativa, esta última sobretudo na forma de análise do estudo. De maneira que esta ferramenta de pesquisa foi aplicada ao público que se dirigiu ao atendimento técnico do Serviço Social no INSS. Destarte, tais modos de investigação apresentados permitiram realizar algumas considerações, suscitando que o pouco entendimento das políticas sociais por parte dos usuários transita pelo modo como estas foram gestadas, fortemente determinadas pelos influxos das últimas reformas da Previdência nos anos de 1990 até o tempo atual, marcada pelo retrocesso de direitos outrora conquistados, burocratização na operacionalização desta política e legislação que para além de constantemente mutável torna-se de difícil compreensão para a população em geral. Perpassando a descrença e desconhecimento desta política e seus serviços, consonante com a difusão da lógica neoliberal. Aliando-se a dificuldade de reconhecimento das políticas sociais como direito, inclusive marcados pelo status danoso da Assistência Social vinculada ainda a interesses clientelistas. Assim, pondera-se que os Assistentes Sociais neste campo de atuação, estando também imbuídos neste processo, continuem a pensar estratégias aliadas a dispositivos normativos e aos órgãos de representação da categoria, que promovam a dimensão da ação da socialização de informações, as quais são tão importantes à visibilidade e reconhecimento da profissão, que por vezes se dá de maneira enviesada. E desta forma as ações profissionais estejam sempre voltadas à busca ininterrupta pela defesa intransigente dos direitos sociais dos usuários e consequentemente das políticas públicas.
Description: Profª Dra. Dalva Horácio da Costa e Marilene Morais Costa, assistente social.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/monografias/handle/1/318
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vanessa da Silva_Monografia.pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.