Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/1/312
Título: A questão social no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel: um olhar sobre as vítimas por armas de fogo
Autor(es): SANTOS, Josely de Sena dos
Palavras-chave: Questão Social;Violência por armas de fogo;Saúde
Data do documento: 25-Jun-2012
Editor: Serviço Social
Referência: SANTOS, Josely de Sena dos. A questão social no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel: um olhar sobre as vítimas por armas de fogo. 2012. 86f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Abstract: A Questão Social enquanto expressão das desigualdades sociais provenientes das contradições inerentes ao modo de produção capitalista está presente nos diversos espaços ocupacionais do assistente social. Nesses espaços ela se materializa através das demandas postas a esses profissionais. No campo ocupacional da saúde a Questão Social é percebida como resultante de determinantes sociais, políticos e econômicos que incidem de forma direta na realidade social dos usuários. A violência em todos os seus aspectos, tem ganhado maior visibilidade na saúde pública em decorrência dos números crescentes de pacientes atendidos vitimados pela violência, com destaque para as lesões e fraturas causadas por armas de fogo. No Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel a violência por armas de fogo é responsável por um número considerável de atendimentos. Nesse sentido essa monografia teve por objetivo identificar a Questão Social no HMWG a partir da realidade social dos atendidos vitimados por projétil de armas de fogo. Para tanto foi realizada uma coleta de dados a partir dos prontuários de pacientes que foram atendidos no Walfredo Gurgel no período do 1º semestre de 2011. Esses dados revelaram que a violência por armas de fogo enquanto expressão da Questão Social na saúde atinge principalmente homens em idade produtiva, com nível mínimo de escolaridade, provenientes de bairros periféricos de Natal, que em sua maioria residem com os pais. O perfil socioeconômico dos atendidos mostra que a realidade social desses sujeitos é permeada por contradições que só poderão ser superadas a partir da instituição de um novo modelo de sociabilidade.
Descrição: Profª Dra. Dalva Horácio da Costa e Geralda Dias de Medeiros, assistente social.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/monografias/handle/1/312
Aparece nas coleções:Serviço Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoselySS_Monografia.pdf815,9 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.