Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/1/305
Title: A violência e os seus rebatimentos sobre a saúde pública: o impacto econômico advindo de situações de violência no estado do Rio Grande do Norte
Authors: FELIPE, Marcella Renata dos Santos
Keywords: Violências;Saúde Coletiva;Rede de atendimento;Notificação
Issue Date: 25-Jun-2012
Publisher: Serviço Social
Citation: FELIPE, Marcella Renata dos Santos. A violência e os seus rebatimentos sobre a saúde pública: o impacto econômico advindo de situações de violência no estado do Rio Grande do Norte. 2012. 96f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia) – Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Abstract: O presente trabalho analisa a relação entre violência e os gastos em saúde pública resultantes dos serviços de atendimento em saúde, resgata e sistematiza dados estatísticos que revelam a incidência da violência, a identificação do impacto orçamentário advindo de situações violentas, e, a verificação de programas estaduais voltados à prevenção, promoção e atenção aos eventos violentos. Aponta como procedimentos metodológicos adotados pesquisas e análises documentais, descritas a partir de revisão de literaturas em torno da violência, política social, saúde pública e Serviço Social, além da coleta de dados e análise documental dos registros de notificação de violência no Complexo Hospitalar Monsenhor Walfredo Gurgel, e, informações obtidas da Secretaria de Estado de Saúde Pública, referentes aos custos da violência aferida nos serviços de saúde, ambas com denominador comum o ano de 2011. Resgata o histórico das primeiras atribuições de violência, bem como as sucessivas denominações conceituais do termo, além de abordar a amplitude do significado do fenômeno da violência. Realiza a descrição das diversas expressões violentas. Analisa a forma como a violência perpassa o setor da saúde pública. Apresenta a discussão do embate na saúde pública diante da perspectiva de abranger as demandas resultantes de violência. Expõe e analisa os dados coletados no Complexo Hospitalar Monsenhor Walfredo Gurgel, demonstradores da realidade estadual, visto que a unidade hospitalar consiste no maior hospital de urgência e emergência do estado, referência em serviços de atendimento dessa modalidade. Quantifica a violência no Estado Potiguar, a partir do fornecimento de informações da Secretaria de Estado de Saúde Pública, realiza a averiguação dos custos destinados aos serviços de atendimento aos vitimados de violência, bem como a sondagem da existência de programas voltados para a promoção, prevenção e atenção às situações de violência. Situa a atuação do Serviço Social no âmbito da saúde, aborda a prática da categoria profissional no Complexo Hospitalar Monsenhor Walfredo Gurgel frente às situações de violência. Justifica o exercício da profissão conforme os aparatos legais, a partir da compreensão do necessário caráter do fazer profissional investigador, mediador e crítico do Serviço Social. Por fim, constata os expressivos números de registros da violência no Complexo Hospitalar, por conseguinte, comprova os altos custos na saúde pública resultantes de situações violentas, verifica a inexistência de programas estaduais voltados para a prevenção, promoção e atenção às situações de violência. De modo que reitera a necessidade de maiores investimentos no setor da saúde pública, como um todo, em especial, no planejamento e execução de programas que visem o enfrentamento da violência, em curto e longo prazo.
Description: Profª Dra. Maria Dalva Horácio da Costa e Raída Aparecida de Oliveira Fonseca, assistente social.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/monografias/handle/1/305
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MarcellaRSF_Monografia.pdf796.66 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.