Please use this identifier to cite or link to this item: http://monografias.ufrn.br/handle/1/295
Title: Eficiência econômico-financeira do setor de energia elétrica brasileiro nos anos 2010 e 2011
Authors: Carvalho, Francisco Pascoal Leite de
Keywords: Setor elétrico;Eficiência;Análise Envoltória de Dados
Issue Date: 3-Jul-2012
Publisher: Ciências Contábeis
Citation: CARVALHO, Francisco Pascoal Leite de. Eficiência econômico-financeira do setor de energia elétrica brasileiro nos anos 2010 e 2011. 2012. 77f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia), Departamento de Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Abstract: O setor elétrico brasileiro, assim como em outro países, é uma das áreas mais relevantes da economia, pois cria a infraestrutura para o desenvolvimento dos demais setores e presta relevante serviço de utilidade pública à sociedade. Face aos grandes investimentos realizados para a consecução dos seus empreendimentos o setor elétrico passou a captar capital via mercado mobiliário; necessitando assim gerir esses recursos com eficiência econômico-financeira afim de garantir retornos aos seus investidores. Sendo assim, esse estudo objetivou conhecer a eficiência econômico-financeira das companhias abertas brasileiras de utilidade pública do setor de energia elétrica, sobe a ótica do investidor, através da Análise Envoltória de Dados (DEA. O trabalho se caracteriza quanto ao objetivos como descritivo; em relação aos procedimento é bibliográfico; e em relação a abordagem né quantitativo e qualitativo. A amostra foi composta por 34 companhias de setor elétrico brasileiro listadas na BM&FBOVESPA nos anos 2010 e 2011. Foi adotada a técnica não-paramétrica de Análise Envoltória de Dados em seus dois mdelos clássicos (BCC e CCR)orientados para output. O cálculo da eficiência/alvos/benchmarking das empresas foi subsidiado pelo software SIAD®, tendo sido consideradas as seguintes variáveis: Nível de Endividamento, Imobilização do Capital Próprio, Retorno sobre o Ativo, Retorno sobre o Patrimônio Líquido e Índice de Receitas Financeiras, respectivamente dos inputs ou três outputs. Como resultados constatou-se que em 2010, pelo método BCC 12 empresas foram eficientes; e em 2011 a eficiência foi obtida por 11 companhias. Para o método CCR em 2010 oito empresas foram eficientes; e em 2011 sete companhias atingiram a eficiência.A a analise de bechmarking revelou que 13 empresas foram tidas como referência, destas, cinco forma bechmarking em todo o período em ambos os modelos de DEA. Uma das causas de redução no número de empresas eficientes pode ser atribuída a desaceleração da economia brasileira em 2011 face ao crescimento de 2010. E para futuros estudos recomenda-se, entre outors procedimentos, a adoção do índice de Malmquist para verificar o comportamento da eficiência das empresas no período.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/monografias/handle/1/295
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EficienciaEconomicoFinanceira_Carvalho_2012.pdf871,31 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.