Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/handle/1/261
Título: Universalização de Serviços para Promoção da Cidadania Nas Perspectivas do Livro Verde e do Livro Branco
Autor(es): Sousa, Juciene Pereira de
Palavras-chave: Sociedade do Conhecimento;Acesso à Informação;Informação bibliotecária
Data do documento: 17-Jan-2005
Editor: Biblioteconomia
Referência: SOUSA, Juciene Pereira de. Universalização de Serviços para Promoção da Cidadania Nas Perspectivas do Livro Verde e do Livro Branco. 2005. 62f. Monografia (Bacharelado) - Curso de Graduação em Biblioteconomia, Departamento de Biblioteconomia, UFRN, Natal, 2005.
Abstract: Diante do novo cenário mundial, as Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) imprimem novas relações entre a economia e a sociedade. Torna-se necessário reconhecer as oportunidades e riscos oriundos dos novos recursos tecnológicos, reconhecendo a importância estratégica da Sociedade da Informação e do Conhecimento para criar iniciativas de assegurar que a "Nova Era" venha em benefício de todos. Em sintonia ao modelo de novo modo de produção do conhecimento, pode-se citar uma das soluções que estão sendo implantadas no Brasil para inseri-lo neste contexto: o Programa Sociedade da Informação (Soclnfo). Para se atingirem os objetivos da Sociedade da Informação e do Conhecimento, será necessário investir na universalização de serviços para formação da cidadania, como condição sine qua non para introduzir a sociedade brasileira na Era do Conhecimento. Compartilhando a responsabilidade entre Governo, Iniciativa Privada e Sociedade Civil, o Programa elaborou propostas de ações práticas e entregou à sociedade sob forma do Livro Verde e do Livro Branco. Nas perspectivas destes Livros, buscou-se analisar, a partir de uma pesquisa bibliográfica, algumas ações que vislumbram a universalização de serviços. Dentre elas, a diminuição dos custos de conexão, acessibilidade à rede telefônica, capacitação específica e criação de telecentros, cibercafés, quiosques, cabines públicas, etc, para viabilizarem gratuitamente o acesso às Redes, em especial à Internet, e demais Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). Porém, caso a sociedade não resolva questões essencialmente políticas - que são todos os entraves sociais existentes (pobreza e analfabetismo, por exemplo) - pode ser reproduzida uma nova estrutura social cada vez mais excludente e desigual, distanciando-se do ideal de transformar o Brasil numa sólida Sociedade da Informação e do Conhecimento.
URI: http://monografias.ufrn.br/handle/1/261
Aparece nas coleções:Biblioteconomia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
UniversalizacaoDeServicos_Sousa_2005.pdfTexto completo451,99 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons