Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6906
Título: Um olhar sobre as violetas: Memorias e reflexões femininas a partir do espetáculo
Autor(es): Silva, Zanacleide Venâncio
Palavras-chave: Espetáculo Violetas;Feminismo;Memórias;Mulher Selvagem
Data do documento: 6-Jul-2018
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MONTENEGRO, Mayra. A Voz em Violetas. Ilinx: REVISTA DO LUME, São Paulo, v. 12, n. 12, p.1-10, jun. 2017. Citação com autor incluído no texto: Montenegro (2017) Citação com autor não incluído no texto: (MONTENEGRO, 2017) http://www.lumeteatro.com.br/repertorio-artistico/demostracoes-tecnicas/quando-subtextos-sao-textos (LUME TEATRO, 2014) https://awebic.com/cultura/guia-boa-esposa-1950/ COSTA, Lincoln. O Guia da Boa Esposa. 1955. Publicação Original em Housekeeping Monthly. Disponível em: <https://awebic.com/cultura/guia-boa-esposa-1950/>. Acesso em: 23 jun. 2018. (COSTA, 2018) (TRIBUNA DO NORTE, 2011). NORTE, Tribuna do. A Mulher Será Sempre Dona de Casa. 2011. Disponível em: <http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/a-mulher-sera-sempre-dona-de-casa/176751>. Acesso em: 24 jun. 2018. REIS, Júlia; GIUSTI, Andrea. Essa é pra casar! O perfil da mulher que os homens buscam. 2011. Disponível em: <http://delas.ig.com.br/amoresexo/essa-e-pra-casar-o-perfil-de-mulher-que-os-homens-buscam/n1596825350611.html>. Acesso em: 25 jun. 2018. Citação com autor incluído no texto: Reis e Giusti (2011) Citação com autor não incluído no texto: (REIS; GIUSTI, 2011) ESTÉS, Clarissa Pinkola. Mulheres Que Correm Com Os Lobos: Mitos e Histórias do Arquétipo da Mulher Selvagem. Rio de Janeiro: Rocco, 1992. 627 p. Citação com autor incluído no texto: Estés (1992) QUEIROZ, Nana. Presos que Menstruam: A brutal vidas das mulheres - tratadas como homens - nas prisões brasileiras. Rio de Janeiro: Record, 2015. BEAUVOIR, Simone de. O SEGUNDO SEXO: Fatos e Mitos. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1949. Citação com autor incluído no texto: Beauvoir (1949)
???metadata.dc.description.resumo???: Este trabalho teve como pontapé inicial fazer uma reflexão a partir do espetáculo teatral “Violetas” (2016), no qual a atriz Mayra Montenegro costura retalhos da história de sua avó materna e de sua própria história, bem como de outras mulheres. Esta reflexão se dá a partir do meu olhar como discente e como mulher, que pôde reconhecer também seus retalhos de vida no espetáculo. A partir de então teço a escrita desse trabalho também como uma colcha de retalhos onde o sentido de existir como mulher se encontra com a arte como caminho de reflexão para a vida. Alguns trechos da obra “Mulheres que correm com os Lobos”, da psicóloga jungiana Clarissa Pinkolas Estés foram selecionados como referência para enriquecer a reflexão sobre arte e vida. Desenvolvendo olhos e ouvidos apurados, trazendo para fora a voz por vezes silenciada e a coragem para mudar tudo o que deve e pode ser mudado. Meu olhar sobre Ser Mulher nessa sociedade e a arte-protesto feita por mulheres que não se calam quando suas almas querem ser ouvidas, me trouxeram até aqui e me nortearam na condução desse trabalho.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/6906
Aparece nas coleções:Teatro

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC FINAL PARA A BIBLIOTECA.pdfUM OLHAR SOBRE AS VIOLETAS: MEMÓRIAS E REFLEXÕES FEMININAS A PARTIR DO ESPETÁCULO2,06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.