Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4729
Título: Cotas raciais: viabilidade para o acesso à educação e os desafios para a permanência de discentes negros e pobres do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - Campus São Gonçalo do Amarante
Autor(es): Souza, Ingryd Daiane Silva do Nascimento
Palavras-chave: Educação;Cotas raciais;Política de assistência estudantil
Data do documento: 2017
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUZA, Ingryd Daiane Silva do Nascimento. Cotas raciais: viabilidade para o acesso à educação e os desafios para a permanência de discentes negros e pobres do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - Campus São Gonçalo do Amarante. 2017. 97f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social), Departamento de Serviço Social, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
???metadata.dc.description.resumo???: O trabalho aborda a efetividade da política de cotas raciais para o acesso de estudantes negros, em condição socioeconômica desfavorável, à educação federal, em particular na modalidade de ensino integrado no interior do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) campus São Gonçalo do Amarante. Evidencia, ainda, os desafios enfrentados pelos cotistas no tocante à permanência. Objetivou-se, de modo mais geral, apreender e analisar a viabilidade do acesso e desafios relacionados à permanência escolar de estudantes negros e cotistas da modalidade integrada categoria L2 de Institutos Federais do Rio Grande do Norte. Enquanto objetivos específicos delineou-se apreender e analisar um “perfil” socioeconômico dos estudantes entrevistados; identificar e analisar o nível de rendimento e frequência escolar dos estudantes cotistas; verificar e analisar a existência de atitudes discriminatórias no interior dos institutos em decorrência da raça/etnia e situação socioeconômica dos alunos e investigar e analisar os desafios, limites e possibilidades referentes ao sistema de Cotas Raciais quanto ao acesso e permanência de estudantes. A pesquisa teve como base a abordagem quanti-qualitativa, sendo realizadas revisão de literatura, aplicação de questionário socioeconômico e entrevista semiestruturada do tipo face a face com perguntas abertas a estudantes cotistas. Quanto aos resultados, destaca-se que a efetivação das cotas em favor dos negros significa um avanço no campo dos direitos humanos e sociais, bem como colabora com a desestruturação da hierarquização racial e classista instituída historicamente no país. No entanto, apreende-se que a universalização do sistema de cotas ainda não se consolidou, mas contribui com o processo de inclusão de estudantes negros. A política de assistência estudantil tem relação direta com as cotas, pois possibilita um caminho para a materialização do ingresso e permanência do discente cotista.
URI: http://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/4729
Aparece nas coleções:Serviço Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
IngrydDSNS_Monografia.pdfServiço Social1,08 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.